fbpx

Concurso TJ SP e MP SP

É possível estudar para o Concurso público do TJ SP e MP SP ao mesmo tempo? Quais são as perspectivas? E as semelhanças e diferenças? Leia mais e fique por dentro:

Nesta quinta-feira (12 de novembro) tivemos uma LIVE  aonde foi esclarecido e pontuado algumas questões importantes sobre os concursos do TJ SP e do MP SP. Quem conversou com a gente foi a professora Renata Sonnewend, que foi aluna do Unicursos e aprovada em diversos concursos públicos, inclusive aonde trabalha hoje, no Ministério Público. Vamos juntos conferir o que foi dito na live?

  TJ SP e o MP SP

Os concursos do Tribunal de Justiça de São Paulo e do Ministério Público de São Paulo estão com as provas ficando cada vez mais difíceis, a concorrência está aumentando e por isso a professora enfatizou a necessidade de se preparar não com uma antecedência, mas com muita antecedência. Como vamos observar no histórico traçado pelos dois órgãos, ambos tendem a ser rápidos na execução do processo, o que enfatiza mais ainda a necessidade da preparação.

Histórico dos dois concursos

Escrevente TJ-SP capital

Publicação do edital: 31.03.2017

1ª fase prova objetiva: 02.07.2017

2ª fase prova prática digitação – 16 e 17.09.2017

Classificação Final e Homologação: 11 de dezembro de 2017

Percebemos pelas datas que a distância entre a publicação do edital e a prova é de apenas três meses, o que mostra uma tendência do órgão de ser rápido com o andamento do concurso, por isso é preciso que o concurseiro fique muito atento e comece a se preparar com muita antecedência. Principalmente as matérias do TJ são mais extensas, cobram muita informação e muita densidade de conteúdo.

Este concurso de 2017 era para ter vencido em 2019, porém foi prolongado por uma segunda vez, com o prazo de vencimento estendido até o dia 11 de dezembro de 2020, porém devido a Pandemia do Coronavirus o prazo de validade foi suspenso. Portanto quando se encerrar esse prazo de validade de suspensão, vamos ter ainda uns 6 meses de validade desse concurso.

No ano de 2014 aconteceu um concurso em setembro que foi prorrogado até 21 de maio de 2017, antes da finalização desse concurso, em março de 2017 outro concurso foi aberto. O TJ não esperou finalizar um concurso e já publicou um novo edital, por isso o candidato precisa ter cuidado, pois pode acontecer um certame antes do prazo de vencimento.

Concurso TJ interior

Em 2015

Edital publicado – 26.01.2015

Homologação 09.12.2015

Prorrogado até 09.12.2017

Em 2017

Edital publicado – 19.12.2017

Homologação – 06.03.2019

Aqui acontece a mesma coisa, o concurso estava pra vencer e já sai um novo edital logo em sequência, o TJ não é de perder tempo. Neste concurso a Nota de corte para ir pra segunda fase foi 8.8, a menor nota de corte do TJ interior foi pra Dracena, 8.1.

Último concurso – Escrevente técnico TJ SP

A nota de corte na capital e campinas foi 8,3

Guarulhos – 7,3

A prova da capital foi dividida em:

1ª fase – Prova Objetiva

24 de Língua Portuguesa

40 de Direito

6 de Matemática

10 de Raciocínio Lógico

4 de Atualidades

16 de Informática

No interior

24 de Língua Portuguesa

36 de Direito

10 de Matemática

10 de Raciocínio Lógico

4 de Atualidades

16 de Informática

2ª fase prova prática digitação

Caráter eliminatório

Apto – nota igual ou superior a 5 pontos

Nota de corte capital e campinas – 8,3

Guarulhos – 7,6

Suspensão Concursos TJ

Os prazos de validade dos concursos públicos estão suspensos até o fim do estado de calamidade pública no estado de São Paulo, a vigência está até o dia 31 de dezembro, mas pode ser estendido, por isso cabe ao candidato estudar enquanto aguarda.

Tanto o concurso do interior quanto o concurso da capital estão esperando esse período passar.

Oficial de Promotoria – MP SP

Histórico

Edital nº 03/2015 – 19.11.2015

1ª Fase Prova Objetiva – 31.01.2016

2ª Fase Prova Prática Digitação – 13.03.2016

Classificação Final e Homologação – Setembro de 2016

Podemos observar por essas datas que o edital foi em novembro e logo em janeiro já seria a prova, a professora lembra que nesse ano tiveram que estudar no natal e no ano novo. O concurso aconteceu muito rápido, e uma coisa interessante, é que o concurso foi homologado em setembro de 2016 e tem validade por 2 anos e foi prorrogado por mais 2 anos, ou seja é mais tempo que o candidato permanece na fila tendo a chance de ser chamado.

O número de vagas que estava previsto para esse concurso de oficial de promotoria eram 32 vagas para capital, porém até agosto de 2020 a posição do último convocado foi o 703, pra Taubaté, o número de vagas prevista foi de 3 vagas, porém a posição que já foi chamada foi o número 75 da lista, ou seja as vagas que realmente existem são bem diferentes das vagas previstas no edital.

Outro fator interessante é que as nomeações tem uma lista geral e uma lista do município que o candidato escolhe, se não tem vaga no município, o candidato é chamado pela lista geral e pode concordar em ir em ir. Esse tipo de nomeação é chamado de nomeação por anuência.

Último concurso – Oficial de Promotoria – MP SP

Capital e interior

Numero de questões: 80 (4 horas de prova)

1ª fase: prova objetiva

35 de lingua portuguesa

20 de direito

15 de matemática e raciocínio logico

10 de atualidades

2ª fase prova pratica digitação

Caráter eliminatório

Apto nota igual ou superior a 5 pontos

Nota de corte OP – MP SP

Área Regional: Araçatuba – 78,75

Área Regional: Bauru – 80

Área Regional: Campinas – 77,5

Área Regional: Capital 76,25

Área Regional: Franca – 78,75

Área Regional: Sorocaba – 76,25

Área Regional: Piracicaba – 72,5

Área Regional: Presidente Prudente – 77,5

Área Regional: Ribeirão Preto – 81,25

Área Regional: Santos – 75

Área Regional: São José do Rio Preto – 81,25

Área Regional: Taubaté – 80

Área Regional – Vale da Ribeira – 67,5

Semelhanças

Os dois cursos são semelhantes em muitos aspectos, tanto carreira quanto conteúdo cobrado, além disso a banca é a vunesp, e a tendência é que continue a mesma banca, o que ajuda pra que o estudo seja focado para os dois concursos ao mesmo tempo.

Para oficial da promotoria o edital é mais enxuto, mas pro TJ o edital é mais denso devido as disciplinas de informática e de direito, sendo este o maior diferencial entre as duas provas.

Segundo a professora Renata: “Compensa e muito estudar para os dois cargos”

Remuneração

A remuneração de Oficial de Promotoria do Minsitério Público a remuneração básica é de R$ 4.433,58 e o Técnico Judiciário é de R$ 4.981,71, mas esses são os valores básicos, mas existem benefícios, como:

Adicional de qualificação: (5% para nível superior; 7,5% para pós-graduação-lato sens; 10% para mestrado; 12,5% para doutorado)

Auxílio creche: R$ 423,00 por filho (no máximo dois filhos)

Auxilio alimentação 22 dias: R$ 1.012,00

Auxílio saúde: R$ 336

Ambos os cargos tem remunerações bem parecidas, algumas modificação pequenas, mas no geral são parecidos. Ambos os cargos são regidos pelo estatuto de servidores públicos do estado de São Paulo, então são cargos que hoje oferecem a aquele que a ocupa a tão sonhada estabilidade depois do estágio probatório, e porque isso é importante? Porque alguns concursos públicos oferecem emprego público, e o emprego público não oferece estabilidade. São cargos efetivos.

Exigem apenas o nível médio, no TJ o fato de você ter faculdade você ganha um adicional, e existe uma possibilidade tanto no TJ quando no MP de conquistar um cargo de confiança.

Existe também o cargo de analista que exige o nível superior, e por isso você pode considerar começar com um cargo nível médio e depois passar para este cargo quando abrir um novo concurso.

Considerações Finais

A professora Renata finalizou dizendo que estamos passando por tempos difíceis, e vemos muitas pessoas desempregadas, pessoas que muitas vezes trabalham muito e tem um salário indigno,  e o cargo público, o concurso público é uma via que trás dignidade, qualidade de vida e saúde, porque aliás você tem paz, e é uma coisa que a professora muito enfatizou, que quando ela foi nomeada e tomou pode de um cargo público, sua maior conquista foi a paz.

Renata finalizou dizendo “Não deize que esses obstáculos te desanime, quando eu prestei congelou concurso, passei em concurso que não chamava ninguém, e a vida de concurseiro é uma vida de expectativas e esperar, mas quando nós sabemos viver essa espera e expetativa, sem desanimar, sem perder o fôlego, quando a gente alcança o que queria, o que sonhava, não tem dinheiro que pague…Não desanime, não pare de estudar (…) para muitos essa é a melhor oportunidade, pois é uma oportunidade que só depende de você…

Nós estamos para abrir uma turma de preparatório do TJ SP e MP SP! Quer ficar por dentro? Acesse: Preparatório TJ SP e MP SP para conhecer nosso cursinho, ou entre em contato com nossos consultores