fbpx

Polícia Federal 2021

Recentemente foi autorizado de forma extraoficial pelo Presidente Jair Bolsonaro a realização de um novo concurso para a Polícia Federal com oferta de 2 mil vagas, destas vagas 1016 serão destinadas para o cargo de Agente, mas será que você sabe o que faz um Agente da Polícia Federal?

Apesar de ainda não ter saído o aval definitivo por parte do Ministério da Economia e nem quando o edital será realmente lançado, a notícia do concurso animou bastante os concurseiros que sonham em ingressar na corporação, e por isso o ideal é começar a se preparar para além dos estudos, conhecendo o cargo, por isto trouxemos um resumo das atribuições dos Agentes da PF.

 

Requisitos e remuneração

 

O cargo de Agente da Polícia Federal requer nível superior em qualquer área de formação e Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O candidato precisa ter entre 18 e 65 anos para entrar na corporação, não há exigência de altura mínima e as vagas são tanto para homens quanto para mulheres.

A remuneração inicial de um Agente da PF é de R$ 12.522,50.

 

Atribuições

 

Basicamente as atribuições de um Agente é de executar investigações e atuar em operações policiais objetivando a prevenção e repreensão de ilícitos penais, atuar como Polícia Judiciaria da União e outras atividades de interesse do Órgão também estão inclusas.

Na prática, o cargo de Agente é muito versátil e proporciona muitas possibilidades, como oportunidades em áreas mais administrativas relacionadas a fiscalização, e outras atividades como policia de fronteiras, atuação em aeroportos, emissão de passaportes e a Interpol (Organização Internacional de Policia).

Há também o desafio de integrar na área de inteligência policial, trabalhando com investigações e tecnologia, existem setores mais operacionais compostos por exemplo por delegacias de Investigação de Crimes contra o Patrimônio (DELEPAT), responsáveis por ocorrências envolvendo assaltos a bancos, entre outros. Também existe a Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), que cuida principalmente da repressão ao tráfico internacional de drogas.

E existem as unidades responsáveis por operações especiais: Coordenação de Aviação Operacional (CAOP); Núcleo especial de Polícia Marítima (NEPOM), Comando de Operações Táticas (COT), e os grupos de Pronta Intervenção (GPI). Alguns policiais ainda se especializam no ensino e instrução e fazem parte dos grupos de formação de outros policiais.

 

Dicas para a preparação

 

O diretor da Associação dos Delegados de Policia Federal (ADPF), Adriano Barbosa, comentou durante uma live no YouTube três erros comuns cometidos pelos concurseiros interessados no cargo:

 

  • Deixar para estudar apenas quando sai o edital;
  • Estudar apenas o que gosta e o que tem afinidade e não fazer um estudo equilibrado;
  • Ignorar a preparação física.

 

Adriano tem a expectativa de que o documento venha a ser publicado entre dezembro deste ano e janeiro de 2021, acredita que o aval do Poder Executivo saíra entre setembro e inicio de outro, e também recomendou que os candidatos procurem os conteúdos apresentados no edital de 2018 para agente, visto que “não há sinalização de mudança; a referência continua sendo a mesma”.

Fonte: Folha Dirigida 

 

Quer saber como começar a se preparar para o concurso da Polícia Federal desde já e não cometer o erro comum de esperar o edital sair? Acesse o nosso Preparatório Polícia Federal