fbpx

Técnica eficaz para manter o foco nos estudos

Olá, amigo estudante! Você tem dificuldades para manter o foco nos estudos?

  • Você sabe quais são as principais causas de interrupção do seu estudo?
  • Após 2 ou 3 horas você tem a sensação de frustração e de que seu estudo não rendeu o que esperava?
  • Você estima o tempo que gastará para cada estudo e depois consegue conferir se foi eficiente?
  • Você estuda até ficar cansado ou faz intervalos com frequência?
  • Antes de começar, você faz uma lista com o conteúdo que será estudado ou tenta lembrar de cabeça?”

Se você já passou por estas situações e ainda hoje tem dúvidas sobre como agir diante destes questionamentos, eu gostaria de passar a você uma técnica que eu uso frequentemente em meus períodos de trabalho, estudo ou até mesmo na leitura de um livro para manter o foco: a Técnica Pomodoro.

TÉCNICA POMODORO

A Técnica Pomodoro é um método de gerenciamento de tempo, que foi desenvolvida por Francesco Cirillo no final dos anos 1980. A técnica é baseada na ideia de que pausas frequentes podem aumentar a agilidade mental e consiste na utilização de um cronômetro para dividir o tempo de trabalho em períodos de 25 minutos, separados por breves intervalos.

PomodoroDurante o período de 25 minutos, Cirillo se concentrava nas suas tarefas sem interrupções (mesmo!), mantendo-se 100% focado. Ao perceber os resultados satisfatórios, divulgou sua técnica em 1992.

O nome da técnica deriva da palavra italiana pomodoro (tomate), como referência ao popular cronômetro gastronômico que tem o formato dessa fruta.

 

Como funciona a Técnica Pomodoro para quem quer ter uma melhor performance e manter o foco nos estudos?

No período de estudo que você determinou seguir em seu Plano de Estudos, suponhamos que tenha separado 2 horas para estudar Português.  A técnica consiste em dividir os 120 minutos, em 4 períodos de 25 minutos com intervalos de 5 minutos.

Nestes períodos de 25 minutos você deve estar altamente focado naquilo que está estudando, sem interrupções, tendo sua mente ligada apenas no conteúdo.

Nos intervalos de 5 minutos, levante, alongue-se, vá ao banheiro, beba água, tome um café e procure relaxar.  Mas atenção, nesta pausa não aconselho o acesso às redes sociais, para que estes 5 minutos não vire 10, 15, 30…

A cada quatro ciclos ou “4 pomodoros”, faça uma pausa maior (entre 15 e 30 minutos) para descansar. Esses intervalos entres os pomodoros são fundamentais para “oxigenar o seu cérebro” e aumentar a agilidade mental, auxiliando assim, a manter o foco nos estudos.

Vale lembrar que essas medidas de tempo, descritas acima, são apenas as sugeridas no método clássico. Nada impede que você encontre o seu próprio equilíbrio e período de descanso ideal. Por exemplo, se você consegue ficar focado por mais tempo pode dividir em 2 períodos de 50 minutos com intervalo de 10 minutos.

Após completar o ciclo de 4 pomodoros faça um X nas tarefas concluídas ou anote o status de evolução de seu estudo. Repita isso todos os dias de seus estudos, crie o hábito, marque os conteúdos estudados até o ponto que você descubra quantos “pomodoros” usa para fazer seus estudos (isso vai ajudar a estimar prazos e metas!).

Lembre-se também dos 3 pilares da aprendizagem: Compreensão, Repetição e Aplicação e procure trabalhar os 3 pilares em seus períodos de estudos.

 

Observações importantes quanto ao método:

Quando o criador do método diz que é pra fazer “sem interrupções”, é sem interrupções mesmo! Você só vai parar se for extremamente urgente. Se lembrar de algo que precisa fazer ou tiver uma ideia enquanto executa um “pomodoro”, anote em um papel a parte como “atividades não planejadas” e volte a trabalhar até terminar os 25 minutos. Se houver uma interrupção que não possa adiar, você deve cancelar o “pomodoro” e começar outro quando retomar. É um método bem rígido, justamente para evitar distrações e forçar a sua concentração.

O descanso de até 5 minutos pode ser pouco, se a atividade mental tiver sido muito exigente e cansativa. A nossa recomendação é que você descanse mais, se precisar, para não correr o risco de retomar a próxima etapa exausto, prejudicando também o foco nos estudos (só não vale uma pausa de um dia inteiro, certo?!).

Muitas vezes você já está empolgado no estudo e o tempo do cronômetro está acabando e você acaba fazendo a pausa. A parada pode fazer com que você demore mais pra “pegar no tranco” de novo e se concentrar outra vez. Essa é outra possível desvantagem. Então, tente encontrar o melhor tempo para você! Vá fazendo testes…

Para atividades que exijam um esforço criativo maior, como fazer uma redação, o período de 25 minutos pode ser curto – pense neste caso em fazer 2 “pomodoros” seguidos com intervalo de 10 minutos para que você não perca a inspiração.

Tenho certeza que este método vai ser de grande auxilio para que o seu foco nos estudos seja ainda maior, e sua preparação, seja para um concurso público, vestibular ou qualquer seja o seu objetivo. se torne um caminho mais eficaz para a conquista de seu sonho!

Que você tenha inúmeros “pomodoros” altamente produtivos!

 

Dicas de como estudar para provas

Bons estudos!